top of page

CORPO ORACULAR

Mover estados de Atenção, Oracular o Corpo

Corpo oracular é uma prática de atenção e escuta que propõe através do movimento reestabelecer um estado de conexão do corpo com o presente. O presente assim como o passado e o futuro não existem. A lembrança de conexão e integração com o ilimitado, o impermanente, o invisível, o imaterial, está disponível para nossa percepção racional em uma ínfima experiência que popularmente conhecemos como “plena atenção”.

 

Através de exercícios de mobilização energética e de técnicas como Qi Gong, Yoga e Improvisação, estas aulas reunem em uma prática física um trajeto por onde corpo e mente são conduzidos a estados alterados de percepção. A fim de acalmar, mobilizar, fluir e restaurar a harmonia do corpo, construindo uma autonomia sensível, diária, de conexão profunda com a capacidade de escuta do corpo. Ao escutar e agir na direção correta governamos de volta a nossa harmonia.

 

O corpo é o nosso maior oráculo. Nele e através dele partem todos os sinais e sintomas de desequilíbrio e também, os caminhos para o reequilíbrio. O corpo é um oráculo do qual nos afastamos. Oráculos necessitam de conhecimento e escuta para sua compreensão. Oráculos distribuem peças para que no caminho de montagem possamos relembram o correto. 

 

Para a Medicina Chinesa o equilíbrio não é estático, mas dinâmico. A harmonia e a desarmonia são manifestações esperadas. O corpo (parte da natureza) canal de conexão entre céu e terra, entre Yang e Yin, é como um local de passagem por onde o meio externo e interno nos atravessa. Yin e Yang não são apenas abstrações. São palavras para descrever a luta constante entre a dualidade no qual estamos submetidos. Quando uma destas forças se sobressaem e vencem, existe a doença. O corpo, matéria resultante desta luta, nos mostra como uma vitrine viva todas as topografias e oscilações desta grande disputa. Portanto, reestabelecer a ordem nada mais é do que saber depositar ou retirar da balança as faltas e os excessos. 

 

Qi (energia) por sua vez, é tudo que gera função e movimento ao corpo. É a substância que movimenta a matéria. É o que anima a matéria. Qi e movimento, são portanto o combustível dos canais de energia. “Quando dói não circula, quando circula não dói, essa é a máxima dos tratados médicos mais antigos dessa cultura e que nos ilustra a importância do movimento para que exista saúde plena. Por sua vez, a afirmação: “sua energia está onde está a sua atenção”, nos coloca de frente com uma segunda grande chave. Ao entrecruzarmos estas orientações temos pistas a respeito da construção de uma postura, uma atitude. Apenas mover o corpo não nos dá a possibilidade de mobilizarmos nossa energia. Quando movemos, circulamos. Mover o corpo de forma atenta e relaxada por sua vez é  o caminho para o acesso aos nossos canais. É o caminho de mobilização da energia de todo o sistema. Ao restabelecermos o fluxo de Qi no corpo, órgãos, tecidos, regiões e pensamentos passam a receber a quantidade de matéria (sangue) necessários para realizar suas plenas funções. Desta forma acalmamos o tigre, a mente, e o deslocamos para seu local correto, o coração.

bottom of page